domingo, 13 de janeiro de 2013

Folclore - Lobisomens

Essa postagem é mais uma das que a galera do nosso fórum criou, o autor é  o Pontus Máximos.

Folclore - Lobisomens


Lobisomens 


Lobisomem (Macho): Vantagem Única (0 Ponto)
Lobisomem (Fêmea): Vantagem Única (0 Ponto)

Apesar de serem da mesma espécie os Lobisomens possuem suas divisões tanto em características como em cultura. Vejam a seguir:

Lobisomem (masculino): Nas noites de Lua cheia torna-se numa criatura monstruosa, Hibrida-humana, recebendo Monstruoso e Todas as Caractéristicas +2.

F+1 e H+1 em qualquer forma
Ataque Múltiplo (apenas na Forma Guerreira).
Ataque Especial Poderoso (Apenas Mordidas).
Armadura Extra (Frio).

Regeneração (1 ponto): Regeneração, regenera 1 Ponto de Vida por rodada. Caso chegue a 0 PVs, leva 1dx10 minutos para recuperar 1 PV e então volta a regenerar normalmente. As únicas formas de realmente deter um Licantropo com Regeneração são através de prisão (cativeiro, paralisia, congelamento...), dano contínuo (como ser mergulhado em um tanque de ácido ou metal derretido) ou colapso total (caso ele receba dano igual a dez vezes seus Pontos de Vida atuais, de uma só vez). Um Licantropo não consegue Regenerar Dano por Prata, e Magia esses danos recupera normalmente.
Longevidade: Lobisomens vivem bem mais que humanos mas não são imortais.

Forma Lupino: F+1, Aceleração, Sentidos Especiais (um para cada ou seja, Visão, Olfato e Audição), Natação (Especialização de Pericia), Modelo Especial.

Incontrolável: Na suas formas Hibridas e lupino eles são incapazes de manter a conciência tornando-se feras sanguinárias (exceto quando há uma Lobisomem fêmea no grupo).

Vulnerabilidade a Prata: Clássico sua A cai a 0 quando atingidos por esse tipo de material.

Wolfsbane: esse tipo de planta rara possui propriedades mortais em Lobisomens de qualquer gênero, se tocados ou ingeridos causam 1d adicionais.

Lua Cheia: Mais clássico ainda, sua transformação é forçada nas noites onde esse tipo de lua aparece no céu noturno.

Contágio: A maneira mais conhecida de transmitir a maldição dos Lobisomens é através de golpes de mordida e garras, mas existem outras maneiras sendo uma delas é através do ato sexual, passando de geração para geração.

Modelo Especial: Geralmente tornam-se maiores durante as mudanças ou em caso da forma lupina não podem utilizar nenhum para humanos. Mas a Forma Guerreira ainda é capaz de usar algumas armas especiais.

Má Fama: Lobisomens são temidos e dependendo do caso até caçados, mas a Desvantagem funciona somente quando seu segredo é revelado.

Segredo: -2 (por motivos óbvios).




Lobisomem (Feminino ou "fadas dos lobos): Pode se transformar quando quiser, tornando-se um mostro Hibrido Humano-loba, Todas as Caractéristicas sobem +1.

F+1 em qualquer forma.
Telepatia (com lobisomens e lobos comuns).

Controle de Alcatéia (Matilha): Pode comandar até 3 lobos por ponto de H ou favorecer 1 Lobisomem por H, caso esteja favorecendo um homem-lobo este passa a ter controle sobre si mesmo e é capaz de manter sua conciência humana independente da forma que esteja. Caso os outros membros da Matilha (inclusive o Alfa) se mantenham 1 semana longe da "fada dos lobos" adquire as mesmas fraquezas descritas (clássicas) ou até a próxima Lua Cheia.

Longevidade: Lobisomens vivem bem mais que humanos mas não são imortais.

Transformação Controlada: Diferente dos Lobisomens masculinos, as fadas dos Lobos (ou simplesmente Lobisomem fêmea ou Lobani).

Regeneração (1 ponto): Regeneração, regenera 1 Ponto de Vida por rodada. Caso chegue a 0 PVs, leva 1dx10 minutos para recuperar 1 PV e então volta a regenerar normalmente. As únicas formas de realmente deter um Licantropo com Regeneração são através de prisão (cativeiro, paralisia, congelamento...), dano contínuo (como ser mergulhado em um tanque de ácido ou metal derretido) ou colapso total (caso ele receba dano igual a dez vezes seus Pontos de Vida atuais, de uma só vez). Um Licantropo não consegue Regenerar Dano por Prata, e Magia esses danos recupera normalmente.
Boa Fama: Muito respeitadas, sempre que surge esse tipo de mulher facilmente consegue trabalhar ao lado do Alfa e outras vezes até mesmo se tornando a Alfa.

Vulnerabilidade a Prata: Clássico sua A cai a 0 quando atingidos por esse tipo de material.

Wolfsbane: esse tipo de planta rara possui propriedades mortais em Lobisomens de qualquer gênero, se tocados ou ingeridos causam 1d adicionais.

Contágio: A maneira mais conhecida de transmitir a maldção dos Lobisomens é através de golpes de mordida e garras, mas existem outras maneiras sendo uma delas é através do ato sexual, passando de geração para geração.

Modelo Especial: Geralmente tornam-se maiores durante as mudanças ou em caso da forma lupina não podem utilizar nenhum para humanos. Mas a Forma Guerreira ainda é capaz de usar algumas armas especiais.

Má Fama: Lobisomens são temidos e dependendo do caso até caçados, mas a Desvantagem funciona somente quando seu segredo é revelado.

Segredo: -2 (por motivos óbvios).

Jóia Preciosa (-1 a -2 Pontos): Devido a sua capacidade de tornar possível a vida de homens e mulheres lobisomens entre os humanos comuns se tornar viável, isso chama muita atenção, ela pode contar sempre com membros como também com inimizade de Alcateias inimigas ou pior, os Vampiros.

Seja como for sua boa reputação entre os lobos e lupinos lhe custa um preço, ela pode até comandar Alcatéias mas nunca pode se negar a ser defendida e protegida pelos outros da Matilha (ou povo). Sempre que sai para a batalha sempre será seguida por suas tropas, como também será alvo primário de seus inimigos.





Origens

A origem do Mito do Lobisomem é tanto explicada por diferentes culturas como pela medicina, lendas antigas atribuem o surgimento dessa espécie ao deus Egipcio Anúbis, outros a Zeus, que amaldiçoou o rei Lycaon e seus cinquenta filhos devido a crueldade de seus rituais de celebração (o único filho bondoso do rei era Nictymus o caçula).

Outra forma de contar sua origem se deve ao fato que lobos comuns decidiram amaldiçoar pessoas comuns por algumas razões, mas também pode se dizer que os lobisomens soferam mutação genética devido a ataques de lobos com algum tipo desconhecido de doença (não sendo necessariamente de origem mágica).

A Licantropia (nome dado por causa de Lycaon da mitologia Grega) também tem suas variantes menos agressivas, mas também incomoda como a porfiria (excesso de pêlo pelo corpo para proteger o corpo do contaminado, pois se torna sensivél a luz), mas esta esta mais ligada ao Vampirismo de certa forma, seja como for não se sabe, cabe cada um criar ou escolher a que melhor lhe convêm para suas histórias.

Hábitos: Lobisomens costumam ter hábitos parecidos com o das pessoas comuns porém ele sempre estar atento ao meio onde se encontra, sem uma mulher entre eles tornam-se homens reclusos em locais afastados, mas uma Lobani (Lobisomem fêmea) podem se controlar (dando origem assim ao ditado de que a beleza acalma as feras).

Lobisomens podem lutar entre eles contudo costumam ser leais aqueles de quem gostam, incluindo pessoas comuns e até mesmo instituições que estejam vinculadas (uma característica tipíca do canino é a lealdade). Mesmo sob efeito da transformação dificilmente atacariam alguém que valorize (humano, lobisomem....).

A reclusão alto imposta se deve ao fato de pessoas que não são más, mas que sofrem de um mau, retiram-se do convivio social para não ferir algum inocente, mas existem exceções, há casos de assassinos que abraçam a fera e se entregam a ela de vez. Mas os mais nobres tentam através de N maneiras transformar sua condição em benção (maldição usada a favor do bem, sendo possivel tornar uma benção devidamente controlada), alguns recorrem a feitiços enquanto outros a fé. O clamor de aflitos desperta os ouvidos de Seres Superiores diversas vezes.

O respeito adquirido pelos seus é notório quando conseguem viver até mesmo em exércitos, eles não ligam muito para as roupas de que gostam de vestir, mas há alguns contrastes entre cada cultura e modos de pensar das pessoas comuns.

Mas o exilio nem sempre acontece e esse foi o caso do do grande Duque Victor Kruschev II, ele e seu exército lutaram pela Sérvia contra a opressão Austro-Húngara, em troca ele receberia autonomia sobre sua região. Dando origens de Licantropos habitando as montanhas.




História

No passado o misticismo e a doença eram tratadas igualmente, a Inquisição levou a caça as Bruxas e a mais de 30.000 casos de supostos infectados. Sabe-se apenas que os Lobisomens são conhecidos quase mundialmente e podem oculpar praticamente qualquer cargo/profissão no planeta (honrada ou desoneta), desde a exércitos, crime organizado e posições civis (incluindo mendigos) em qualquer lugar do mundo conhecido. Muitos paises possuem relatos sobre essa espécie poderosa e temida.

Sociedade

Uma mescla de duas naturezas, assim como os lobos comuns existem também um Alfa, a liderança se dar por meio de desafios onde o melhor guerreiro se torna o Alfa, mas pode haver outros tipos de desafios. Nem sempre a liderança do Alfa é ruim, sendo boa também, dependendo da cultura que vigoriza no local ou pais onde vivem, porém sempre quando há lobisomens-mulheres por perto, devido a sua capacidade superior de auto-controle ela é eleita lider junto com o Alfa ou até mesmo sendo superior em tempos de crise, são vistas como guerreiras de valor e mães carinhosas, sua importância é tamanha que ela é literalmente proibida de rejeitar ajuda de outros Lobisomens homens e mulheres também, sendo comum de se tornarem de senhoras a submissas rapidamente.
Uma peça de vestimenta indispensável em qualquer Lobani chama-se véu, um simples tecido opaco, ele representa a igualdade de importância entre homem e mulher (macho e fêmea) pois um depende do outro. Não importando a cultura, todas as mulheres Lobisomens a utilizam para que nunca se sinta superiores aos homens devido ao seu papel fundamental na vida do Povo, seu rosto somente pode ser mostrado a poucos (dependendo da cultura vigente) sendo mau visto o hábito de algumas lobisomens mais novas não quererem utilizar tal peça, mas acabam aceitando, removê-lo tornar-se um tipo de pecado semelhante a roubo ou tentativa de estupro, passivel de punição, salvo algumas exceções em ocasiões onde discrição são exigidas.

Quando se trata de ameaças, quase toda a raça dos Licantropos são quase unanimes quando alegam que os Vampiros são o inimigo do mundo, o motivo desse ódio varia muito, mas cre-se que se deve ao fato principalmente de que os Vampiros são traiçoeiros e vis, não respeitando os padrões de honra e lealdade, mas também acredita-se em histórias antigas de que Lobisomens seriam transformados em escravos por poderosos Vampiros. Mas existem loucos (ou ganânciosos) o suficiente para se sujeitarem ao tratos dos sangue-sugas em troca de favores ou poder.

Sua sociedade também é divido em Tribos, geralmente homenageando algum herói e cultura como por exemplo A Tribo de Benjamim (judaico-cristão), Tribo Cigana, Tribo de Fenris, Devoradores Chacais...... entre outras..

Um comentário:

  1. bem os Werewolfs , podem-se manter Calmos na Lua Cheia, desde que tenham uma Ancora

    ResponderExcluir

Qual a sua opinião? De um Plus nessa postagem!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...