sábado, 14 de novembro de 2009

As Varinhas Mágicas de Harry Potter em 3D&T


Aviso: Esta postagem contem revelações sobre o enredo (spoilers).

No mundo mágico, cada varinha mágica é feita de madeira e possui um cerne mágico. As varinas feitas pelo Sr. Olivaras têm um dos três cernes: fibra de coração de dragão, pêlo da crina de unicórnio ou pena de fênix. Como outras criaturas mágicas vivem em diversas partes do mundo, outros fabricantes de varinhas algumas vezes usam diferentes materiais de cerne, como cabelo de veela. O Sr. Olivaras classifica as varinhas baseando-se em quatro critérios. Três deles descrevem suas composições físicas, incluindo comprimento, tipo de madeira e de material de cerne. O quarto, que descreve como a varinha se movimenta e se curva, é mais subjetivo.


Encontrar uma varinha que funcione para uma bruxa ou bruxo em particular é basicamente um processo de tentativa e erro. Entretanto, os elementos usados na varinha muitas vezes refletem as características do dono.

Por exemplo, os tipos de madeira usados nas varinhas que pertencem a Harry Potter, Hermione Granger e Rony Weasley correspondem a árvores associadas com períodos do ano Celta. É como se fosse um horóscopo, o aniversário de cada personagem cai em um certo período, que corresponde a uma árvore específica. A varinha de Harry é de azevinho, a de Hermione é de videira e a de Rony é de freixo.



A varinha de Voldemort é feita de teixo. O seu cerne é uma pena de fênix.

As madeiras usadas em outras varinhas também podem refletir as personalidades de seus donos. Uma varinha feita de jacarandá e cabelo de veela, provavelmente a combinação mais feminina possível de madeira e cerne, pertence a Fleur Delacour, uma descendente de veela. A madeira de um teixo , que tem seiva e folhagem venenosas, rodeia o cerne de pena de fênix da varinha de Voldemort. Um poderoso e protetor carvalho forneceu a madeira para a varinha do meio-gigante Rúbeo Hagrid. Como o azevinho mantém suas folhas verdes durante o ano inteiro e exibe frutinhas vermelhas no inverno, algumas pessoas o consideram um símbolo de esperança. Acredita-se também que o azevinho afaste o mal, e a varinha de Harry é feita dessa madeira.

A afinidade entre o tipo de madeira e a pessoa que a controla pode ser uma das razões pela qual bruxas e bruxos conseguem obter menos sucesso com as varinhas dos outros. Certamente é possível usar a varinha de outra pessoa em uma emergência. Bartô Crouch Jr. conjurou a Marca Negra com a varinha de Harry e Pedro Pettigrew usou a varinha de Voldemort para lançar Avada Kedavra, o feitiço da morte, em Cedrico Diggory. Neville Longbottom usou a antiga varinha de seu pai até o quinto ano em Hogwarts. Entretanto, bruxas e bruxos obtêm os melhores resultados com as varinhas que os escolheram.

As varinhas têm um tipo de poder mágico próprio, e nas mãos de não-mágicos, os Trouxas, podem ser perigosas e imprevisíveis. Mas sua função principal é agir como um foco para as habilidades que as bruxas e os bruxos já possuem. Por essa razão, as bruxas e os bruxos se tornam completamente familiarizados com as próprias varinhas. Eles conseguem reconhecer suas varinhas imediatamente e algumas vezes relacionar outras varinhas com seus respectivos donos com pouca ou nenhuma dificuldade.

A lei das varinhas

No mundo mágico da Grã-Bretanha, o Código de Uso das Varinhas rege como as bruxas e os bruxos podem usar suas varinhas. De acordo com o código, é ilegal qualquer criatura não-humana carregar ou usar uma varinha.

Varinhas como Fetiches em 3D&T


No mundo de Harry Poter as varinhas só podem ser encontradas nas lojas de venda de Varinhas como na Loja do Sr Olivaras no Beco Diagonal, numa loja dessas não é o Bruxo que escolhe a sua Varinha mas sim a Própria Varinha, o Fabricante de Varinhas se limita a apenas tirar as medidas do Bruxo e baseado em alguns pré-requisitos, escolhe varinhas que melhor se ajustariam a cada pessoa.

Uma Varinha em Harry Poter é relativamente fácil de achar, mas se o Bruxo utiliza uma varinha que não seja a sua, terá mais dificuldades para conjurar as suas magias, ou seja cada magia terá um custo dobrado para o cunjurador que estiver usando uma magia de outra pessoa.

O Preço fica a critério do mestre, como base pode-se dizer que um varinha é um objeto de valor mediano para um Bruxo(agora o que quer dizer mediano na sua mesa fica por sua conta).

Diferente do que diz a desvantagem Fetiche uma Varinha Mágica em Harry Potter nunca poderá ser improvisada (substituída por galhos de árvores e afins), e consertada caso seja destruída (a varinha de Harry Potter que foi destruída no último livro foi consertada por ele mas somente porque este usava a Varinha das Varinhas).

Fetiche (–1 ponto)

Você não pode fazer mágica sem um objeto especial que usa para canalizar seu poder. Pode ser uma varinha ou cajado para os magos, um amuleto sagrado para clérigos e paladinos, um instrumento musical para bardos, ou qualquer outro objeto. Se perder, deixar cair ou ficar sem esse objeto por algum motivo, você não vai poder usar mágica até recuperálo ou conseguir outro igual.

Sempre que você sofre dano, faça um teste de Habilidade: uma falha quer dizer que você deixa cair seu objeto mágico.  Recuperá-lo demora um turno.

O fetiche não é um objeto raro: se perdê-lo você pode encontrar, comprar ou até improvisar outro facilmente. Usando um fetiche quebrado ou improvisado (por exemplo, um galho de árvore para substituir uma varinha), suas magias consomem duas vezes mais PMs.


A Varinha das Varinhas


A Varinha das Varinhas é uma das Relíquias da Morte dada pela Morte a Antíoco Peverell, é a relíquia que tem mais probabilidade de se saber onde estar e, para os duvidosos, de existir. É uma varinha inquebrável e invencível.

Seu núcleo é de pêlo de rabo de Testrálio, uma substância poderosa, a técnica para inseri-lo é possível apenas para os grandes bruxos, capazes de peitar a morte. Seu dono poderia ser fraco e, ao estar com a varinha se tornaria poderoso. É passada de bruxo para bruxo, derrotando o antigo possuidor, a varinha tem um ciclo sangrento pela história da magia e recebeu ao longo das gerações vários nomes tal qual a Varinha da Morte, a Varinha Anciã e a Varinha do Destino.

Origem

Dada pela própria Morte a Antíoco que se separou de seus irmão como  afirmado no conto dos três irmão. Quando Antíoco vai para uma estalagem, desafia um antigo inimigo para um duelo, com esta varinha, ele venceu facilmente o seu oponente e ficou se gabando de possuir uma varinha muito poderosa. Então, a noite, um ladrão, de nome Emerico, o Mal, sabendo desta extraordinária varinha, mata Antíoco e torna-se o novo possuidor da varinha, que lhe é tirada por Egbeto, o Erégio que se torna o novo possuidor e assim vai, passando pelas mãos de Godelot, Hereward, Barnabás Deverill, Loxias e se perde, em que a população bruxa não sabe se a Varinha das Varinhas está com Arco ou com Lívio.

A varinha atualmente

Tempos depois, um famoso fabricante de varinhas búlgaro se gaba por ter uma varinha invencível. Seu nome é Gregorovitch. Então, mais tarde, um bruxo chamado Gellert Grindelwald rouba a Varinha das Varinhas de Gregorovitch. Quando Grindelwald conseguiu a Varinha, ficou mais poderoso do que nunca, e apenas Dumbledore poderia derrotá-lo, em um duelo que é lembrado por todas as gerações bruxas. Dumbledore derrota Grindelwald e acaba sendo o novo dono da Varinha das Varinhas.

Durante muito tempo, Dumbledore utiliza esta varinha até que, na hora do seu asassinato, quando Draco Malfoy o desarma, a varinha o reconhece como seu novo possuidor. Ninguém, evidentemente, sabia que esta era a Varinha das Varinhas e tão pouco que ela agora pertencia a Draco Malfoy. Então, Voldemort descobre a existência da varinha e a tira do túmulo de Dumbledore. Porém, a varinha não funciona direito e, acreditando que Severo Snape, que matou Dumbledore, fosse o seu legítmo dono, ordena a sua cobra ,Nagini, que o mate. Nesse meio tempo, Harry desarma Malfoy e se torna o novo possuidor da Varinha das Varinhas. No duelo final entre Harry e Voldemort, a varinha o reconhece como seu legítimo possuidor, e a maldição lançada por Voldemort ricocheteia nele e o mata. Horas depois, Harry usa a varinha para consertar a sua antiga varinha de Pena de Fênix e devolve a Varinha das Varinhas ao túmulo de Dumbledore porque, se ele morrer naturalmente, a varinha perderá totalmente os seus poderes.

Varinha das Varinhas (100 PEs): é um objeto mágico, indestrutível e amaldiçoada, todo o Bruxo que a portar esta destinado a morrer de forma trágica, porêm o seu portador tem um incrível poder, todas as sua magias tem o custo de PMs diminuído pela metade(até o limite de 1 PM), para o Bruxo conjurar uma Magia.





Curiosidade!

As varinhas que pertencem a Harry Potter, Hermione Granger e Rony Weasley representam os três cernes mágicos usados pelo Sr. Olivaras. Harry usa pena de fênix, Hermione usa fibra de coração de dragão e Rony usa pêlo da crina de um unicórnio, varinha comprada para substituir a de segunda mão que estava quebrada.

Outras Postagens sobre Harry Potter

Iniciativa 3D&T - 10 - Harry Poter
Todas As Magias e Bruxarias de Harry Potter - Parte 1
Todas As Magias E Bruxarias de Harry Potter - Parte 2
Todas As Poções de Harry Potter
As Varinhas Mágicas de Harry Potter
O Conto Sobre As Relíquias da Morte
As Matérias de Hogwarts

Fonte:http://lazer.hsw.uol.com.br/varinha-harry-potter1.htm

2 comentários:

Qual a sua opinião? De um Plus nessa postagem!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...