quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Espaço do mestre #01 - Sem ideias para aventuras, NPCS com carisma de beterraba e outros problemas!!!

Neste primeiro artigo, iria começar a falar sobre sistemas alternativos e genéricos de magia, porém ao começar a redigir a introdução do artigo, não conseguia iniciar de outra forma sem explicar o porque de se pensar em sistema alternativos. Então ao perceber que só conseguiria falar de uma única coisa nesta postagem decidi mudar o foco, ainda falarei de magias e viagens no tempo, mas não neste post.

vou começar aqui uma séria de ártigos encadeados, onde irei abordar vários temas sempre usando um artigo de base para o outro, a ideia destes artigos será ensinar a criar campanhas, cenários , NPC, entre outras coisas, que façam uma campanha memorável e acima de tudo divertida.

Antes da primeira linha deste artigo, só gostaria de frisar, estamos na era dos jogos eletrônico, e os RPGs de mesa muitas vezes estão virando uma copia destes jogos onde o mestre apenas cria monstros para os jogadores uparem de nível, o que acaba tornando cada encontro uma repetição do anterior porém com coisas diferentes.

Estou sem ideias para uma partida e agora o que eu faço!

Vou ensinar-lhes um segredo para se ter uma fabrica de aventuras, tenha o seu NPC. Comentário do leitor: “ah tá!! vá pra PQP”. Calma não precisa ofender, eu me explico, muitos mestres acham que o NPC é apena o taberneiro que da uma Quest, ou um monstro que grunhe e que dá 1000 XP. Comentário do leitor:” o que isto tem haver com aventura???”, daqui a pouco vocês entenderam, porém antes me digam uma coisa. Se eu mencionar caverna do dragão quais os 3 primeiros personagens que vem a sua mente?

Sou capaz de apostar que Vingador e Mestre dos Magos estão entre os três, e se considerarmos que o grupo de crianças que querem voltar pra casa são os PJs, os dois personagens que eu citei são...: NPCs e se nos formos procurar na internet pelas diversas versões de final para caverna do dragão que existem, veremos que a maior parte do texto esta foca nestes dos personagem e não em como o grupo regressa para casa.

Outro exemplo, se assim eu a falar começar, quem lembrar você vai? Isso sem falarmos em Darth Vader que teve três filmes só para contar sua biografia.

O que eu quero dizer com isto, é simples, o mestre não precisa apenas jogar com monstros acéfalos, isto acontece nos jogos eletrônicos e não é obrigatório que se repita na mesa, até porque assim como os jogadores tem seu personagem o mestre também pode ter o seu personagem jogador(o que é ótimo pois torna a tarefa de ser mestre muito mais divertida).

Uma vez que tenhamos um personagem nosso, teremos ganchos para qualquer aventura vejam abaixo uma “receita e bolo para criar uma vilão de efeito”:

Primeiro passo: Pensem em como será seu personagem, crie a ficha conforme você quiser (você é mestre, não existe limite de pontos para você), caso queira que seu personagem tenha algum poder/magia/característica que não existe, crie você é o mestre, o S.I.G.A por exemplo é um sistema que permite facilmente isto (propaganda é a alma do negocio).

Feito isto pense, qual é o grande desejo de seu personagem, por exemplo, ser o novo rei ou dominar o mundo, porque ele quer isto, (isto é muito importe, quando você responde esta pergunta você esta dando profundidade) veja o exemplo do jovem Anakin, por que ele se entregou ao mal? Ele é totalmente mal ou ainda tem alguma honra? Alguma coisa boa, existe algo do passado que ainda o ligue ao que era antes de se tornar tão mal? Etc, etc, etc...

Segundo passo: Busque algumas aventuras prontas na internet e jogo solo com este seu novo personagem, veja como ele agiria em cada situação, destas aventuras ele pode ter arruma alguns (ou diversos inimigos) que os PJs poderão se aliar depois para derrota-lo ou talvez o contrario, os PJs tenham que se aliar ao seu vilão para derrotar este inimigo.

Terceiro passo: Perca a mania (que é muito satirizada em filmes) de que o vilão tem que explicar todo o plano e seus motivos aos mocinhos, decida o que do grande plano para dominar o mundo ou do passado do seu super vilão os personagens irão descobrir nesta aventura e como(quanto mais valiosa a informação, mais difícil deve ser de descobrir).

Pronto! Com isto eu garanto que você consegue terá insumos para criar inúmeras e inúmeras aventuras.

No próximo artigo, vamos ver como inserir seu personagem na aventura atual, cenários e uma pincelada de viagem no tempo.

Um comentário:

  1. Interessante, normalmente quando vou cirar um inimigo muito poderoso faço com que os personagens estejam no meio do que o levou a ter tamanho poder. Por exemplo: em minha primeira aventura existia uma lenda que existia um bebe perdido na floresta e que se ele fosse levado até uma determinada fortaleza em especifico ele se tornaria o rei mais justo e poderosos de todos os tempos. Sendo assim os herois "por acaso" encontraram esse bebe, mas nakele exato momento eles não sabiam sobre essa historia a unica informação que eles tinham era um bilhete que dizia para que se alguem encontrasse o bb para levarem até uma fortaleza. Mas esse bb tinha um irmão já crescido que sempre ficava a espreita para fazer com que o bb se toranasse mal. Resumindo eles levaram o bb até a fortaleza fizeram tudo como deveria, porém esse irmão envenenou o bb o tornando uma pessoa malvada assim os dois começaram a conquistar os reinos e implantarem suas praticas militares. Nas historias seguintes fiz com que os personagens estivessem sempre envolvidos com os atos dos irmãos e sempre lutavam de igual pra igual mas com o tempo os irmãos foram ficando fortes demais pra eles, assim enviando apenas subordinados deles. Até que chegou uma hora que infelizmente eles morreram lutando por suas glorias honras e justiça. Atualmente eles mandam no império todo e não há ninguem que possa dete-los porém a parte do bb se tornar um rei justo e honesto ainda é valida pois o reino vive em perfeita paz todos estão felizes com o reinado dos irmãos...

    ResponderExcluir

Qual a sua opinião? De um Plus nessa postagem!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...